Como a tecnologia pode ampliar o alcance aos paroquianos?

07.Janeiro.2019
 

Reconhecer que o mundo está cada vez mais tecnológico é o primeiro passo para decidir adentrar e aproveitar a oportunidade de se colocar na rede a fim de ampliar o alcance que se tem sobre as pessoas.

As redes sociais por exemplo, se utilizadas para o bem, podem ser ferramentas diferenciais no objetivo de atrair pessoas. As possibilidades são tamanhas que há ferramentas que permitem inclusive fazer a seleção do público para o qual determinada publicação deve se destinar, filtrar de acordo com os objetivos das pessoas, tipos de perfis que mais se conectam a determinados assuntos...

A partir disso, as igrejas começaram também a avaliar as oportunidades de exposição por meio da internet para atrair as pessoas até ela e fomentar a fé.

Nesse cenário, confira então abaixo algumas possibilidades que separamos para você sobre o que as tecnologias oferecem a fim de potencializar o alcance das igrejas!

# Proximidade

Gerar proximidade é o primeiro movimento que as ferramentas tecnológicas oferecem que atraem as igrejas a fazer parte delas.

E não é por menos, de fato, estar nas redes sociais faz com que mais pessoas possam acompanhar o que acontece na paróquia muitas vezes sem nem participarem dela. 

O objetivo aqui não é manter que os fiéis se relacionem com a igreja apenas dessa forma, mas sim abrir uma porta para que a partir desse relacionamento virtual se atraia a pessoa até o local para que ali sim ela alimente de forma ideal a sua fé, se envolva com a paróquia, enfim, atue de forma praticante na religião.

# Em tempo real

Contar com ferramentas tecnológicas auxilia também no quesito agilidade, isso porque, por meio delas é possível compartilhar informações de forma rápida em tempo real e engajar as pessoas ainda mais.

Por exemplo, se a paróquia está promovendo algum evento, além de por meio da tecnologia conseguir sustentar uma divulgação de comunicação faseada (save the date, convite, cobertura, pós-evento), ela consegue transmitir muitas vezes de forma ao vivo o que acontece a fim de ainda captar pessoas para a participação na festa.

Essa rapidez faz com que ainda mais pessoas tenham a oportunidade de se envolverem nos eventos.


# Interatividade

A maior parte das pessoas vai na igreja e assiste as missas, ou seja, elas apenas são impactadas pela celebração, só há o movimento que vem da igreja e se direciona às pessoas, assim como nos eventos também a ‘mensagem’ só é enviada, sempre nesse movimento da igreja para o fiel.

Nas redes sociais, por exemplo, por outro lado é construindo um relacionamento, pois a pessoa tem a oportunidade de interagir de fato com os acontecimentos, ela recebe algo, a mensagem, vê as iniciativas, mas em contrapartida pode interagir com elas, comentar, compartilhar, falar, expressar opiniões, elogios... Então ela encontra espaço para isso nesse ambiente de forma fácil.

Essa possibilidade de se expressar contribui também para formar um senso de pertencimento àquela paróquia, e isso faz até com que ainda outras pessoas fiquem conhecendo o local por meio desses paroquianos que compartilham o que acontece lá. E de forma indireta seja feita a evangelização.

# Na palma da mão 

Outra facilidade que a tecnologia oferece é, por meio de aparelhos como smartphones, tablets, notebooks entre outros, o acesso aos conteúdos e informações na palma da mão.

Utilizando de conexões de wi-fi ou 3,4g, a acessibilidade fácil estando em qualquer lugar do mundo é possível. 


Por exemplo, mesmo que a pessoa seja participante ativa em uma determinada paróquia, no caso de uma viagem mesmo que para o outro lado do planeta, ela consegue visualizar o que ocorre em sua paróquia no Brasil, caso essa utilize a tecnologia como forma de compartilhamento, transmita missas ao vivo, entre outros... O que faz com que a pessoa mesmo distante se mantenha próxima aos acontecimentos continue a alimentar sua fé, ser evangelizada...

Essas são apenas algumas das possibilidades em vista de uma infinidade disponíveis para contribuir com o alcance e consequentemente evangelização no mundo. Que a tecnologia na igreja possa sempre ser bem utilizada e explorada a fim de impactar pessoas e resultar em conversões e salvação de almas.

Que tal começar a utilizar a tecnologia como meio de evangelização em sua paróquia agora?

Continue a navegar em nosso blog e acompanhe ainda muitas outras dicas sobre tecnologia a favor da Igreja.

 
 
 
 
 
 
Comente com o facebook
 
 
Um projeto da
 
Conheça nossas soluções
  •  
  •  
  •  
  •  
Redes sociais
  •