Tecnologia na administração das dioceses: como isso ajuda no dia a dia?

15.Maio.2019
 

Toda empresa ou entidade precisa conhecer e lidar com os números. Entradas e saídas devem ser registradas de maneira organizada. Afinal, para se manter ativa os recursos são fundamentais. 

No entanto, facilitar essa contabilidade quando a maior parte do que se recebe é doação e os valores nem sempre são os mesmos? Esse é o caso da Igreja Católica que conta com o dízimo dos fiéis para manter sua estrutura e trabalhar na evangelização. 

As novas tecnologias estão tornando as atividades de gerenciamento muito mais rápidas, práticas e eficazes. Outra boa notícia é que cresce o número de softwares gerenciais personalizados, ou seja, voltados para as necessidades de cada negócio.

No caso da Igreja Católica o controle contábil deve ser feito desde as comunidades, pois as paróquias são legalmente filiais das dioceses.

As dioceses precisam prestar contas à receita federal e por isso a transparência desde as comunidades é necessária. A tecnologia é uma grande aliada nesta situação. 


Um bom exemplo, é o sistema Dízimo Fiel. Ele permite acesso a diversos relatórios de dízimos e ofertas, como: por período, por forma de pagamento, dizimistas ativos, gráficos de arrecadação, entre outros.

Permite o registro do dízimo do mês corrente, retroativo ou referente a um determinado espaço de tempo, e ainda que se identifique a frequência de contribuições de dízimo do fiel.

É possível também registrar ofertas identificadas ou anônimas para campanhas, festas, eventos entre outros.

O Dízimo Fiel pode ser integrado ao sistema de gestão da igreja: os valores registrados via maquininha são lançados automaticamente no histórico do fiel.

Permite, além disso, o recebimento do dízimo e ofertas em dinheiro, cartão de débito e crédito nas bandeiras VISA e MasterCard, com impressão de comprovantes e identificação do fiel. Com esse controle, a prestação de contas para os conselhos fica facilitada.


As organizações religiosas devem cumprir todas as normas legais para não serem punidas, portanto precisam ter uma contabilidade realista. Quanto maior a transparência, melhor para a Igreja.  

Até mesmo as promoções, como as festas comunitárias, podem ter a gestão facilitada por meio da tecnologia.
 
A Servo Ticket é outra excelente solução. Nela, a paróquia ou comunidade e o evento são cadastrados em uma plataforma web, bem como a conta bancária do cliente para o recebimento dos valores direto na conta cadastrada sem a necessidade de intermediação.   

O operador de caixa realiza as vendas, emite cupons e recebe valores em dinheiro ou cartão de crédito/débito. Opera de forma offline sem a necessidade de conexão com a internet. Quando conectado à rede, o caixa móvel envia automaticamente os dados para os servidores, gerando segurança e agilidade no processo.

Pelo próprio celular, o gestor do evento acompanha em tempo real as vendas. 

O fechamento de caixa é realizado rapidamente pelo caixa móvel. O operador de caixa e o gestor do evento precisam apenas conferir o dinheiro acumulado. As vendas são transferidas para o servidor em nuvem no qual o gestor tem acesso então a todas as informações do evento.

Leia também: 


Vale a pena apostar em soluções digitais na gestão financeira da Igreja. Com essas ferramentas o tempo será otimizado e os profissionais e voluntários poderão se dedicar a outras atividades na comunidade, paróquia e diocese.

 
 
 
 
 
 
Comente com o facebook
 
 
Um projeto da
 
Conheça nossas soluções
  •  
  •  
  •  
  •  
Redes sociais
  •