Como me preparar para viver a Semana Santa?

06.Abril.2020
 

A Semana Santa é também chamada de Semana Maior, nela nós celebramos o maior mistério da nossa fé, que é a entrega, a vida, a cruz, a morte e a ressurreição do senhor. Ela é a maior por causa da grandeza do mistério que celebramos.

Dos sete dias da Semana Santa, os que mais se destacam, por conta do significado das celebrações, são o Domingo de Ramos, a Quinta-feira Santa, a Sexta-feira Santa, o Sábado Santo e o Domingo da Ressurreição.

Nos demais dias da Semana Santa acontecem outras atividades devocionais, de acordo com a tradição de cada país e diocese, como, por exemplo, as procissões e as vigílias. 

A Semana Santa deve ser um tempo de recolhimento, interiorização e abertura do coração e da mente para Deus. Significa fazer uma reflexão e reconstrução da espiritualidade, essencial para o equilíbrio emocional e a segurança no caminho natural da história de vida com mais objetividade e firmeza.

Em 2020, devido a pandemia do Coronavírus, as celebrações com toda a Igreja precisarão ser acompanhadas pelos meios de comunicação (Internet ou TV). Precisaremos ainda de mais um tempo de distanciamento social, para que a contaminação pelo vírus diminua, e possamos muito em breve voltar a nossa rotina normal. 

Mesmo assim é fundamental se preparar para viver a Semana Santa. Vamos juntos, ao longo do texto você poderá aprender muito sobre a Semana Santa! 

Continue rolando o texto para baixo!

#1 As dificuldades são passageiras, a graça de Deus é eterna


A Semana Santa é um momento de muita reflexão e resguardo, lembrar que as dificuldades não são para nos fazer desistir, não são fracasso nem caminho sem saída. Elas nos levam a firmar a esperança na luta por uma vida sem obstáculos impossíveis de serem resolvidos. Foi o que aconteceu com Cristo, no trajeto da Paixão, culminando com Sua morte na cruz. Em todo o caminho, Jesus passou por diversos atos de humilhação, e mesmo assim não desistiu, pois Deus estava com Ele.


#2 Rezar é abrir o coração

Tempo de abertura do coração, proximidade com Deus e fortalecimento da fé. Rezar até a chegada da Semana Santa é importante. Se preparar em oração é uma forma de estar conectado com Deus.

Devemos procurar um local tranquilo e nos ajoelharmos para pedirmos o que for necessário para as nossas vidas e que a esperança se renove a cada nascer do sol. 

A oração da Semana Santa é muito importante durante este período do renascimento e lembre-se de deixar de lado o materialismo e se preocupar com o lado espiritual. Deus escuta a todos nós se pedirmos com fé! 


#3 Orações para Semana Santa


Senhor, nessa Semana Santa, em que celebramos sua morte e ressurreição, peço-te: converte meu coração.

Abra meus olhos para perceber a grandeza de seu maravilhoso sacrifício por minha salvação, e do mundo inteiro.

Leva-me para mais perto de Ti e do grande mistério do Seu Amor.

Que seu Santo Espírito inunde meu coração, com, ao menos uma parcela desse Tão Grande Amor, que mudou a história da humanidade!

Amém.


#4 Confiar em Deus 


Tempo de renovar as esperanças de uma vida melhor e certamente, poderá resgatar os seus momentos mais felizes crendo em dias melhores. Lembre-se que Deus nunca nos abandonou e está ao nosso lado o tempo todo. Lembrar da morte de Cristo e sua ressurreição, tudo que Ele passou para que fossemos salvos é essencial na Semana Santa.


#5 Os dias mais importantes da Semana Santa


Domingo de Ramos
 
O Domingo de Ramos abre a Semana Santa, pois celebra a entrada triunfal de Jesus Cristo, em Jerusalém, poucos dias antes de Sua Paixão, Morte e Ressurreição. É chamado assim, porque o povo cortou ramos de árvores para cobrir o chão por onde o Senhor passaria montado num jumento. Com isso, Ele despertou, nos sacerdotes da época e mestres da Lei, inveja, desconfiança e medo de perder o poder. Começa, então, uma trama para condená-lo à morte.

Quinta-feira Santa 

Santos óleos

Na Quinta-feira Santa é a bênção dos santos óleos, usados durante todo o ano pelas paróquias. São três os óleos abençoados nesta celebração: o do Crisma, dos Catecúmenos e dos Enfermos. É um momento de reafirmar o compromisso de servir a Jesus Cristo.

Lava-pés

Jesus, ao lavar os pés dos discípulos, quer demonstrar Seu amor por cada um e mostrar a todos que a humildade e o serviço são o centro de Sua mensagem; portanto, esta celebração é a maior explicação para o grande gesto de Jesus, que é a Eucaristia.

Instituição da Eucaristia

Com a Santa Missa da Ceia do Senhor, celebrada na tarde ou na noite da Quinta-feira Santa, a Igreja dá início ao Tríduo Pascal e faz memória da Última Ceia, quando Jesus, na noite em que foi traído, ofereceu ao Pai o Seu Corpo e Sangue sob as espécies do Pão e do Vinho, e os entregou aos apóstolos para que os tomassem, mandando-os também oferecer aos seus sucessores.

Instituição do sacerdócio

A Santa Missa é a celebração da Ceia do Senhor, véspera de Sua Paixão, “durante a refeição, tomou o pão, benzeu-o, partiu-o e o deu aos discípulos, dizendo: ‘Tomai e comei, isto é meu corpo’.” (cf. Mt 26,26).
Ele quis, assim como fez na última ceia, que Seus discípulos se reunissem e se recordam d’Ele abençoando o pão e vinho: “Fazei isto em memória de mim”. Com essas palavras, o Senhor instituiu o sacerdócio católico e deu-lhes poder para celebrar a Eucaristia.

Sexta-feira Santa

A tarde da Sexta-feira Santa apresenta a morte de Cristo no Calvário. A cruz, erguida sobre o mundo, segue de pé como sinal de salvação e esperança. Há um ato simbólico muito expressivo e próprio deste dia: a veneração da Santa Cruz, momento em que esta é apresentada solenemente à comunidade.

Via-Sacra

A Igreja nos propõe a meditação para nos ajudar a rezar e a mergulhar na doação e na misericórdia de Jesus que se doou por nós. 


Sábado Santo

No Sábado Santo a grande lição é esta: Cristo está no sepulcro, desceu à mansão dos mortos. O próprio Jesus está calado. Ele, que é Verbo, que é Palavra, está calado. Depois de Seu último grito na cruz: “Por que me abandonaste?”, Ele cala no sepulcro. Descanse: “tudo está consumado!”.

Vigília Pascal

Durante o Sábado Santo, a Igreja permanece junto ao sepulcro do Senhor, meditando Sua Paixão e Morte, Sua descida à mansão dos mortos, esperando, na oração e no jejum, Sua Ressurreição. A celebração acontece no sábado à noite. E é uma vigília em honra ao Senhor, de maneira que os fiéis, tenham acesas as lâmpadas, como os que aguardam seu senhor chegar.


Procissão do Círio Pascal

Os fiéis acendem suas velas no fogo do Círio Pascal e entram na igreja. O Círio, que representa o Cristo Ressuscitado, a coluna de fogo e de luz que nos guia pelas trevas e nos indica o caminho à terra prometida, avança em procissão.

Proclamação da Páscoa

O povo permanece em pé com as velas acesas. O presidente da celebração incensa o Círio Pascal. Em seguida, a Páscoa é proclamada. 

Domingo da Ressurreição

É o dia santo mais importante da religião cristã. Depois de morrer crucificado, o corpo de Jesus foi sepultado, ali permaneceu até a ressurreição. 

A semana santa é o convite de Deus para uma vida rica em bênçãos e vitórias. Tudo aconteceu rapidamente, como é a própria vida. Não podemos perder tempo olhando para trás, remoendo erros ou oportunidades perdidas. Existe esperança, basta crer, você pode transformar a morte em vida! Basta aprender as lições que a Semana Santa nos proporciona.

Levante os ramos acolhendo Jesus no coração. Entre na sala do cenáculo contínuo da santa missa. Una-se à doce Virgem Maria e ao discípulo amado aos pés da cruz. Acenda a luz da nova vida, renovando a graça da sua amizade com Jesus. E por fim no Domingo de Páscoa, eleve o seu canto de Aleluia!


"Quando já se ia aproximando da descida do monte das Oliveiras, toda a multidão dos discípulos, tomada de alegria, começou a louvar a Deus em altas vozes, por todas as maravilhas que tinha visto. E dizia: Bendito o rei que vem em nome do Senhor! Paz no céu e glória no mais alto dos céus!" (Lc 19,37-38).

Na Semana Santa devemos meditar sobre a paixão do Senhor, muitos santos seguiram esse caminho de contemplação e meditação e sem dúvida esta foi uma forma de busca da intimidade com o Senhor.

Viva esse momento especial com sua família, assista as transmissões online de sua comunidade ou paróquia, mas não deixe de viver a espiritualidade da Semana Santa, pois Jesus morreu na cruz por cada um de nós, sacrificou-se por amor, levou sobre si o castigo que era nosso.

 
 
 
 
 
 
Comente com o facebook
 
 
Um projeto da
 
Conheça nossas soluções
  •  
  •  
  •  
  •  
Redes sociais
  •